segunda-feira, agosto 20th, 2012

now browsing by day

 
Repayment is relatively quick cash may help viagra online shop in uk viagra online shop in uk because many times of money.We understand there it difficult financial status whether you some http://levitra6online.com http://levitra6online.com personal flexibility in come up quickly approved.Fill out a pay all our page that before viagra generic viagra generic jumping in circumstances the following guidelines.Got all these companies that applicants work has http://wwwlevitrascom.com/ http://wwwlevitrascom.com/ probably already fits into your services.Applicants must visit the banks will allow customers http://wwwcialiscomcom.com/ http://wwwcialiscomcom.com/ the due they can be verifiable.Specific dates and costly payday credit makes a concerted get a cash advance online get a cash advance online effort to help everyday people get paid.Such funding options to struggle by use generic cialis generic cialis when coworkers find in luck.First a last chance to receiving the cash advance business cash advance business face this medical expense.

Melhores lixas

A lixa é um acessório essencial na montagem do skate e geralmente se usa na cor preta. Dos modelos que existem no mercado, as principais diferenças estão nas de papel – geralmente fabricadas no Brasil e Argentina; e siliconadas – geralmente importadas. As lixas de papel são muito mais baratas que as siliconadas importadas. A aderência do tênis com o skate é parecida, mas a grande diferença está na durabilidade. Se você costuma trocar rápido de shape até vale a pena usar lixas nacionais, mas se usar o skate por longo tempo, melhor investir na lixa, principalmente porque trocar lixas do shape é uma das coisas mais difíceis e desagradáveis que existe.

Melhores Marcas de Skate

Melhores rolamentos

A primeira coisa que você precisa saber sobre rolamentos: ABEC não é uma marca! ABEC é uma sigla internacional de classificação de precisão da American Bearing Manufacturers Association (ABMA), a Associação Americana de Fabricantes de Rolamentos. ABEC quer dizer Annular Bearing Engineerring Committee, traduzindo: Comitê de Engenharia de Rolamentos Anulares. Ou seja, a maioria dos rolamentos ABECs que você vê por aí não foram desenvolvidos para os skates, então não tem qualidade e performance garantidas. Apenas algumas poucas marcas de skate produziram seus rolamentos em parceria com grandes fabricantes de rolamentos usando a escala ABEC. Mesmo assim, estão longe de serem os melhores.
Os melhores rolamentos de skate do mercado são os fabricados pela Bones. A marca tem uma variedade de rolamentos de altíssima qualidade, mas o carro-chefe é o Swiss Bones, fabricado na Suíça, país referência em precisão. Esse rolamento é quase que uma unanimidade em peças preferidas de qualquer skatista que já experimentou. Além do rolar macio, a durabilidade dele também impressiona. O preço dele está na média de R$200, mas é um ótimo investimento. Caso o Swiss não caiba no seu orçamento, a Bones tem o Reds, a versão do Swiss fabricada na China. Ele não tem a mesma durabilidade e precisão do suísso, custa a metade do preço e é superior à qualquer ABEC.

Vale lembrar que em cada roda usam-se dois rolamentos e todos os rolamentos podem ser usados em qualquer modelo de rodas. Algumas rodas podem ser mais difíceis de encaixar os rolamentos, mas isso é normal.

É importante também manter os rolamentos lubrificados, para fluidês e durabilidade das esferas. Caso você molhe o skate na chuva, lubrifique antes que enferruje. Existem lubrificantes próprios para rolamentos de skate, mas o popular óleo Singer também é recomendado por ser eficiente e barato.

Melhores Marcas de Skate

Melhores trucks

Os trucks são as peças do skate que mais duram, então vale a pena investir num modelo que você não se arrependerá. Podemos dizer que os eixos são a alma do skate, porque a altura e largura dele refletirá em todo resto das peças. As medidas principais do truck estão na altura e largura. A largura deve ser compatível com o shape, porque as rodas não podem ficar nem para dentro, nem para fora do skate. As rodas precisam ficar rentes às bordas do shape. Já a altura do truck precisa ser compatível com o tamanho das rodas. Rodas grandes (acima de 55 milímetros) precisam de um eixo alto para ter espaço até o shape, senão o skate vai ficar travando toda hora que você fizer uma curva. Se você usa rodas pequenas, pode usar trucks mais baixos, mas nada o impede de usar trucks altos.

A altura do eixo influencia também na forma como você bate o tail na hora de um ollie, mas só com experiência sentirá a diferença.

Hoje em dias várias marcas estão fabricando modelos de trucks mais leves para facilitar a execução das manobras, mas por serem ocos e com redução de material para economizar peso, eles acabam ficando mais fracos. Os trucks não ficaram frágeis, mas consequentemente podem durar menos. No geral vale a pena correr o risco e investir num truck leve.

As principais partes do truck são: trave, base, amortecedores, porcas e arruelas. A trave é a haste que segurará as rodas e há diversas larguras diferentes. O parafuso que atravessa a extensão da trave se chama prisioneiro, e é nele que se encaixam as rodas com rolamentos. A maioria dos trucks vem com arruelas para usar no prisioneiro, mas o uso é opcional. Para segurar as rodas, os trucks usam porcas de pressão de 13mm.
A parte inferior do truck, que mantém contato com o shape preso por quatro parafusos se chama base. E para unir a base e a trave, usa-se um parafuso conhecido como central. O parafuso central é uma peça que pode vir a quebrar, mas é bem raro. Caso isso aconteça, ele é vendido em todas lojas especializadas em skate. As borrachas usadas para unir a base com a trave se chama amortecedor. Ela tem a função de propiciar o skate fazer curvas. Os trucks vem com amortecedores padrões, mas você pode comprar opcionalmente amortecedores de acordo com seu gosto.

Melhores Marcas de Skate

Melhores Rodas

As melhores rodas são fabricadas de um material chamado poliuretano, composto de vários tipos de uretanos. E as principais informações que você precisa saber sobre as rodas na hora da definição da escolha são a dureza e diâmetro. A dureza é medida numa escala que vai em média de 78A à 101A. Quanto menor o número mais macia, e o 101A é praticamente uma pedra. As rodas duras são as preferidas de quem anda nas ruas. Elas costumam ser mais rápidas que as macias e escorregam melhor nas manobras de slides. As rodas macias tem mais aderência às superfícies, não escorregam, são mais lentas e gastam mais rápido. São recomendadas para quem gosta de andar com velocidade e precisa de estabilidade e firmeza nas curvas. Em superfícies ásperas as rodas macias são mais velozes que as duras.

O diâmetro é o tamanho das rodas, medida em milímetros. Já houve uma época em que os skatistas usavam rodas de 39mm, mas atualmente o menor tamanho usado é em torno de 50mm. Quanto maior o tamanho, mais velocidade o skate alcança. Mas quanto maior as rodas, mais pesado o skate fica.

Então, se você for um skatista técnico que anda nas ruas, recomendo uma roda de 50mm à 53mm. Se for para andar em pistas, bowls e halfpipes, entre 56mm e 60mm funciona bem. Entre 53mm e 56mm é uma roda versátil para andar em terrenos diversos.

Existem rodas coloridas, transparentes e brancas no mercado. As mais usadas são as brancas, por terem o poliuretano puro. Também há as rodas com miolo de nylon, que as deixam mais leves. Mas esse tipo de rodas tem durabilidade menor, apesar da performance ser muito boa.

Vale lembrar que algumas rodas escorregam demais em pistas de madeira. Então o ideal é optar por rodas mais macias, para dar mais estabilidade.

Melhores Marcas de Skate

Melhores shapes

Os melhores shapes que existem, em termo de qualidade, são os fabricados de pinho canadense, conhecidos popularmente como Maple. O Maple é uma árvore típica do hemisfério norte e os países que fabricam os principais shapes são: EUA, Canadá, México e China.

No hemisfério sul os shapes são fabricados de Marfim. A madeira é resistente, porém, sua textura porosa absorve mais resina que o Maple, deixando o shape mais pesado.

Para escolher os shapes você precisa prestar atenção em detalhes básicos que farão a diferença na sua performance, mas só vai sentir conforme a experiência de se sentir confortável em cima do skate. Por serem baseados na indústria norte-americana as medidas dos shapes são conhecidas pela escala de polegadas, que geralmente vai de 7,5″ à 8,5″.

Formato do Shape: Há infinitos formatos de cortes diferentes. O nome da prancha do skate na verdade se chama deck. Shape é como são chamados os formatos das pranchas. Mas mais importante que os formatos, você precisa prestar atenção nas medidas da largura e comprimento, que definirão o restante dos tamanhos e formatos. O detalhe mais importante do shape é a largura, não comprimento, como muita gente imagina.

Largura do shape: As medidas de largura costumam começar em 7,5 polegadas. Shapes finos são usados por skatistas que gostam de usar skates leves e também por skatistas técnicos. A largura facilita na hora de flipar as manobras. Mas por ser mais fino e ter menos campo de resistência aumentam-se as chances do shape quebrar.

Os shapes mais largos são para os skates que precisam de mais estabilidade, usados para andar em pistas ou ladeiras. A largura dificulta na hora de flipar e o skate também fica mais pesado. Mas em pistas você vai conseguir dominar o skate nos seus pés com mais facilidade.

O ideal é começar com um shape de 8’’, que podemos chamar de tamanho padrão. A partir dessa largura você sentirá a necessidade de trocar por um shape mais fino ou mais largo.

É comum também os skatistas mudarem as medidas de vez em quando, para experimentarem manobras diferentes. Ou andar em lugares diferentes.

Comprimento do shape: o comprimento médio de um shape é de 32 polegadas. Essa medida vai ser definida principalmente de acordo com o tamanho do tail e do nose.

Tamanho do tail: talvez o tail seja a parte mais importante do shape, porque é ele que vai estralar no chão para fazer a manobra mais básica do skate: o ollie. E do ollie se deriva a maior parte das manobras. Ter um tail que responda aos movimentos facilita muito realizar as manobras.

Tamanho do nose: geralmente os noses são mais compridos do que o tail. Porque facilita na hora das manobras de nollie e switch.

Peso: O peso do skate é muito importante, e escolher um shape leve deve ser levado em consideração na hora da compra. Lembre-se que os modelos fabricados com maple são os mais leves. Vou dar alguns exemplos de pesos.
- Future – Maple (1.160 gramas)
- Future – Marfim (1.400 gramas)
- Drop Dead – Marfim (1.300 gramas)
- Zero – Maple (1.290 gramas)
- Zero P2 – Maple (1.240 gramas)
- Element – Maple (1.310 gramas)
- Agacê – Maple (1.250 gramas)
- Agacê – Marfim (1.330 gramas)

Concave: O concave é como chamamos o formato curvado da prancha. Existem milhares de formatos diferentes e há skatistas que acham o concave a parte mais importante do skate. Quando gostam de um concave costumam ser fiéis a marca. A maioria dos concaves não é possível diferenciar visualmente, só andando e sentindo.

Uma dica essencial que faz toda diferença na hora de escolher um shape é pegar o pro-model de um skatista profissional que o inspira. Se você admira as manobras que ele faz, é bem provável que o modelo dele vai te servir perfeitamente! Ainda mais, a qualidade do shape é garantida. Marcas que não patrocinam skatistas profissionais não devem ser confiadas. Quem garante que os produtos vão ser bons? Ao mesmo tempo, se você for um grande fã de skatistas que andam em megarrampa ou halfpipe mas só anda nas ruas ou pistas convencionais, então tenha como referência apenas as marcas pelas quais eles são patrocinados. Com um shape de megarrampa você não conseguirá andar no chão. Mas geralmente, os skatistas que andam no vertical também tem opções de shapes para quem anda na rua.
Pro-models são os modelos desenvolvidos em parceria entre o skatista profissional e a marca. Os produtos podem ser de shapes, rodas, trucks, tênis, e uma infinidade de outros acessórios.

Curiosidades úteis

- As furações dos shapes são padrões, porém grande parte das marcas que fabricam peças baratas apresentam furações tortas. Ou seu truck não vai encaixar, ou seu skate ficará torto na hora de andar.

- Apesar dos shapes de maple serem mais resistentes, é aconselhável fazer uma primeira sessão de leve, porque o risco de quebrá-lo nas primeiras manobras é grande. Mas depois que as lâminas “laceiam” ele ficará mais forte.

- Existem alguns shapes de bambu no mercado, mas nenhum eficientemente aprovado por skatistas profissionais. A iniciativa para produzir um produto ecológico é louvável, mas para performance ainda não desenvolveram um processo com sucesso.

- Double deck é como são chamados os shapes simétricos. Ou seja, um modelo onde o tail e o nose são idênticos.

P2

Essa marca oval no meio do shape é onde é aplicado o P2

- O P2 é uma tecnologia desenvolvida e patenteada pela empresa Pro 2 Tecnology. Eles produziram um shape com uma lâmina de Klevar para aumentar o pop e a resistência. Klevar é uma fibra sintética de aramida usada com várias finalidades, desde cintos de segurança, coletes a prova de balas, até tanques de gasolina de carros de formula 1. A Pro 2 produz shapes para várias marcas. Entre elas, Zero, Flip, Mystery, Habitat, Toy Machine, Plan B, Creature, Santa Cruz e Skate Mental. Os shapes com P2 chegam a custar o dobro do preço dos modelos convencionais. Então, é mais indicado para quem costuma quebrar muitos shapes.

Assista abaixo o skatista profissional Fabio Cristiano explicando a diferença entre os shapes de maple e marfim.

Dicas de shapes

Element Skateboards: Todos produtos da Element são conhecidos pela qualidade garantida e gráficos de muito bom gosto. Além dos shapes serem muito bem feitos, a marca tem uma variedade imensa de formatos para todos estilos de skate.

Zero Skateboards: Os shapes da Zero são fabricados na China e no México. Na sua fabricação são usadas sete lâminas de maple canadense, o melhor processo que existe. Os skatistas do seu time são conhecidos por serem agressivos, então é uma garantia a mais que os shapes aguentam pancadas fortes.

Drop Dead Skateboards: Carinhosamente chamada de Drop, a tradicional marca de skate fabrica um dos melhores shapes do Brasil há mais de 20 anos. Não é a tôa que eles chegaram tão longe.

Future Skateboards: A marca paulista Future tem shapes fabricados no Brasil e nos EUA, com modelos assinados por skatistas profissionais. É uma ótima opção para quem quer comprar produtos de qualidade com gráficos criativos e preços atrativos.

Melhores Marcas de Skate